O que ele faz? Redator | Me Gusta Redator

O que ele faz? Redator


Em uma agência de publicidade existem profissionais de diversas áreas. Todos trabalhando em conceitos e ideias criativas para cada cliente.  Aqui na Me Gusta não é diferente. Então, para continuar a série de posts “O que ele faz?”, hoje é dia de saber sobre o redator. Com ajuda da nossa redatora Fernanda, que trabalha há um ano na agência, vamos saber mais sobre o que esse profissional faz.

Para começar, você sabe o que é um redator? Qual o papel dele em uma agência de publicidade?  E que tipo de textos um redator cria? Por conta de tantas dúvidas que temos, segue as #DicasDaFernanda!

Para entender melhor o redator…

O redator cria ideias para solucionar determinados problemas de comunicação de um produto, marca ou serviço. Depois de criadas, essas ideias são transformadas em títulos, textos e/ou roteiros, dependendo em qual mídia a peça será veiculada. O redator deve criar textos envolventes, consistentes e alinhados ao posicionamento do produto ou serviço dos clientes. Para jornais, são criados anúncios; para rádio, spots; para televisão, são criados filmes publicitários; para redes sociais, são desenvolvidos posts com texto de layout e de “apoio”; para sites são criados banners e newsletters. Para cada propósito ou meio, há uma peça diferente.

O dia-a-dia do redator

O redator atua em conjunto com o diretor de arte, ou designer, que é responsável pela parte visual. Essa união é chamada de “dupla de criação”, onde um faz o texto e o outro aplica esse texto na peça, junto de imagens, ilustrações e o que for necessário para complementar a ideia ou o conceito criado pelo redator. Há sempre um briefing a ser seguido. O briefing, trazido pelo atendimento, é a vontade do cliente. É um resumo do que o cliente busca com aquela peça. O redator está livre para criar, dentro desse briefing pré-estipulado. A Me Gusta trabalha com publicidade offline e online, o que significa que o redator deve estar apto a criar textos tanto para peças gráficas (offline), como folders e anúncios de jornal, quanto para redes sociais e sites (online), como posts para redes sociais e banners para sites.

Jobs offline (porque na publicidade estamos habituados a chamar as coisas pelo seu nome em inglês) costumam demorar mais do que jobs online, já que peças online são mais instantâneas e passageiras. Assim, o offline acaba exigindo um esforço maior do pensamento do redator, para criar uma campanha que continue fazendo sentido por bastante tempo. Os jobs offline também costumam ter mais peças e desdobramentos. Por exemplo: uma campanha em comemoração ao dia da água precisa de nome, conceito, flyer, anúncio para jornal, outdoor, roteiro para VT e spot… Enfim, tudo que o cliente solicitar. Enquanto um job online pode se resumir a apenas um post isolado, ainda que ele esteja dentro de uma campanha.

Outro grande papel do redator no seu cotidiano é a revisão. Esse momento é de analisar com todo cuidado e ver o que faltou ou não, verificar a ortografia, espaçamento, informações descritivas como peças, endereços, telefones. Depois de tudo revisado e conferido o arquivo é liberado para os fornecedores produzirem.

Seja versátil

Um bom redator deve saber criar títulos, que prendam a atenção do leitor, afinal, são eles que irão convidar e convencer o possível cliente a continuar lendo a peça publicitária para gerar estímulo de consumo. Ele também deve criar textos, que expliquem de forma clara e exaltem os benefícios do produto ou empresa que estiver sendo trabalhada. O redator deve ser versátil. Deve saber escrever sobre tudo. E se não souber, deve pesquisar, deve estudar. Do slogan da fábrica de vidros, ao novo nome da marca de vestidos de noiva, o redator deve estar aberto para falar sobre o que lhe for apresentado.

Como tornar-se um?

Fernanda cursou jornalismo, mas você pode ter cursado publicidade e propaganda (que é a “faculdade ideal” para redatores publicitários) ou até mesmo letras. Na verdade, não há uma faculdade para redatores. Entretanto, ter conhecimento em marketing e publicidade e propaganda e ter um excelente domínio da língua portuguesa são pontos essenciais. Além disso, o redator deve ler muito e ter muita vontade de aprender sobre novos assuntos. Dicas práticas: coloque tudo no papel (das ideias mais comuns e óbvias às mais idiotas e doidas), escreva, escreva, escreva (porque quantidade gera qualidade), leia muito sobre tudo e exercite sua curiosidade.

Quer saber mais?

Fique ligado no nosso blog e em nossas redes sociais.

Você se interessou pelo nosso trabalho?

Entre em contato com a Me Gusta! 😉


Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *